Instituto Memória - Centro de Estudos da Contemporaneidade Instituto Memória - 15 anos Instituto Memória - Televendas - 41.3016 9042
 

PESQUISA
Pesquisa por Título ou Autor/Colaborador:

Texto da Pesquisa:


clique na capa para ampliar

EUROPA NO OLHAR SINGULAR DE WILLY SCHUMANN

Autor: Willy Schumann
Ano da Publicação:
Editora: Instituto Memória
De: R$ 80,00 - por: R$ 50,00

SINOPSE

 Willy Schumann: o olhar singular do artista

Depois de nos presentear com a delícia de sua prosa através do romance “Cidade dos
Monges”, Willy nos mostra agora o seu lado fotógrafo, registrando pequenos e grandes
momentos, quando decidiu, espontaneamente, morar por alguns anos na terra dos nossos
avos paternos. Willy foi em busca deste passado e procurou registrar tudo, como se voltasse
a incorporar aquilo que, de algum modo, já lhe pertencia, seja por herança genética ou até
mesmo histórica.
Willy sempre foi um contador de histórias, seja através dos roteiros que escreveu, dos filmes
que dirigiu ou ainda dos cartoons que desenhou (que eu ainda espero que um dia ele possa
publicar e mostrar mais um lado da sua multiplicidade como artista).
Registrar uma imagem é também uma forma de contar uma história, de expressar um
sentimento, ou ainda de nos fazer olhar para algo que poderia nos passar desapercebido, se
não fosse o olhar singular do artista.
O resultado é pura poesia e narrativa visual.
Com vocês, o olhar singular de Willy Schumann!
Werner Schumann
(Diretor e Produtor de filmes, residente em Londres, Inglaterra)
 
---------------
 
A Europa por Willy Schumann
Quem nunca ouviu falar dos Irmãos Schumann? Essa dupla notável que respira arte, arte e mais
arte. Os dois já transitaram por todos os caminhos, cuja única chegada sempre foi a Arte. Comediantes,
atores, diretores televisivos, poetas, diretores cinematográficos, filmes de todos os gêneros, escritores e, o
mais importante, amigos. Aliás, é muito legal ser amigo de gêmeos porque você pode contar com quatro
ombros para chorar suas mágoas no mesmo instante.
E agora, separados pelo Oceano Atlântico – Werner mora em Londres; Willy em Curitiba – Esses
dois continuam fazendo arte. O Willy aqui, se enveredou para o jornalismo e a literatura e escreveu seu
romance “Cidade dos Monges”, sobre um jornalista que deixa sua geografia para viver outras emoções em
novas geografias, na tentativa de se encontrar, o que não é fácil, já que estamos sempre muito distantes de
nós mesmo, não importa a quilometragem percorrida. Somos estrangeiros de nossas próprias vidas, pois
quanto mais olhamos para dentro de nós, menos enxergamos.
Munido dessas inquietações e por não tolerar o lugar comum é que meu amigo Willy Schumann,
assim como seu personagem literário, decidiu voar além da geografia corriqueira e observar novos cantos,
para agora nos trazer com seu olhar – de sua lente – outras realidades, e diante de suas capturas óticas,
desbravamos ângulos e momentos que somente a sensibilidade de um artista pode registrar.
ALTENIR SILVA é autor/roteirista de cinema e televisão, com alguns textos de teatros, originalmente
escritos em inglês, encenados nos Estados Unidos e Inglaterra.